Skip to main content

Réquiem por uma planeta (letra)


RÉQUIEM POR UM PLANETA
Autor: Roberto Malvezzi (Gogó)
Interpretação: Coral Pró Stúdio (Paulo Afonso-BA)
Arranjos: Luciel Rodrigues
Arte do Vídeo: Irmãs Franciscanas

Quando as florestas sumirem e o verde, então, for apenas mais uma memória
Quando o olhar das crianças for triste, for longo, perdido e sem rumo na história
Lembrarás, chorarás, por mim, por ti, por nós

Quando os rios secarem e a água for cara, for rara e motivo de guerra
Nem todas as lágrimas juntas serão o consolo dos filhos e órfãos da Terra
Lembrarás, chorarás, por mim, por ti, por nós

Quando o ar que respiras for sujo e matar o teu corpo, tua alma e esperança
Quando o cheiro das flores for coisa perdida ou apenas mais uma lembrança
Lembrarás, chorarás, por mim, por ti, por nós

Quando o sol que aquece, ilumina e brilha trazendo a felicidade
For um calor infernal, aquecendo o planeta e inundando as baixas cidades
Lembrarás, chorarás, por mim, por ti, por nós

Quando a Terra for seca e deserta assim como a pele de Vênus e Marte
Verás pelas fotografias os tempos felizes do azul que brilhava no espaço
Lembrarás, chorarás, por mim, por ti, por nós

Quando esse tempo chegar se ainda viveres e vires o fim do planeta
Registra na pedra um sinal para o tempo lembrar que a morte da Terra é eterna
Lembrarás, chorarás, por mim, por ti, por nós.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com